terça-feira

Cinco meses...É impressionante como tanto pode acontecer em 150 dias... E aqui estou depois desse tempo, para tentar fechar um capítulo que nunca se deveria ter aberto. Como pode um amor desaparecer momentos depois de ter nascido? Talvez nunca tenha sido amor...Carência? É provável. Gostava de perceber as pessoas, o que as leva a fugir do que as faz feliz, o que as faz preferir não dizer nada ou invés da verdade...Será que o silêncio é mais suportável? Será que magoa menos? Ou será apenas o caminho mais fácil? Sim. Será sempre mais fácil evitar do que resolver, porque resolver implica sinceridade e essa não está em toda a gente. Mais vale deita fora do que tentar arranjar. Arranjar para quê? O que está estragado não volta ao que era, e, o novo, esse é sempre mais interessante. No fundo as pessoas nunca deixam de ser crianças. Quando têm um brinquedo novo brincam todos os dias, a toda a hora, mas quando se cansam acabam por encostá-lo para o lado e voltar ao que tinham. É sempre um ciclo. As pessoas voltam sempre ao que tinham. Quem não tem nada, volta ao não ter nada e quem tem tudo por vezes não percebe que esse"tudo" está mesmo diante dos olhos. Como disse, é mais fácil ignorar. É mais simples, não dá trabalho, não custa e é rápido. Mas será eficaz? Talvez mais tarde venha o arrependimento. E depois? Depois é esquecer, seguir em frente. Uma decisão só pode e deve ser tomada uma vez. Não há volta a dar. O que um dia foi nunca voltará a ser igual. Só devemos ser responsáveis e ter consciência dos nossos actos. Porque depois, serão esses a virar-se contra nós. Espero que os teus actos não se virem contra ti, espero que estejas de consciência limpa e tranquila e espero sinceramente que sejas feliz assim, ao seguires em frente. Da mim parte fiz tudo, mais do que isso não consegui. E com todo o meu amor por ti me despeço, tendo a certeza que esse nunca sairá daqui. 

2 comentários:

  1. fiquei tão fascinada dos teus posts, não tens mesmo noção.
    espero que tenhas muita força para superar esta fase!
    um beijinho enorme!!

    ResponderEliminar
  2. Só hoje vi este post.

    Seria uma excelente carta para entregar em mão... mas nem isso ele merece.

    ResponderEliminar